Thoth-Amon

Odiado e amado por toda a Stygia, a sombria terra onde adoram o deus serpente, Thoth-Amon é geralmente considerado o maior feiticeiro vivo da região, se não do mundo.


Por Ronan Barros

Thoth-Amon

O feiticeiro estígio Thoth-Amon é uma das maiores ameaças da Era Hiboriana e muitas vezes é referendado como o principal inimigo de Conan, mas, antes de fazermos um estudo de caso, é importante esclarecer que Conan tem uma literatura muito extensa nos quadrinhos e nos pastiches, logo, é muito complicado reunir dados sobre um personagem e distinguir exatamente qual é a fonte de origem de cada informação.


Howard, o criador de Conan, escreveu muito pouco sobre Thoth-Amon. Em seus contos ele apareceu efetivamente mesmo no conto “A Fênix na Espada” e é apenas mencionado nos contos “O Deus na Urna” e no romance “A Hora do Dragão. Apenas após a morte de Howard é que o personagem passou a receber o status de arquinimigo de Conan pelo escritor Sprague deCamp e a também pelo Roy Thomas na Marvel.


Para fazer este texto eu usei como base principalmente os textos de vários RPGs como Conan d20, Gurps, o RPG nacional Aventuras na Era Hiboriana e outros...


Odiado e amado por toda a Stygia, a sombria terra onde adoram o deus serpente, Thoth-Amon é geralmente considerado o maior feiticeiro vivo da região, se não do mundo. Seus principais rivais que vão desde traiçoeiros sacerdotes do deus set, assim como feiticeiros do obscuro círculo negro, estão sempre à espreita por qualquer erro ou fraqueza de Thoth-Amon afim de uma possibilidade de eliminá-lo ou bani-lo de sua nação.



Com pele escura e uma envergadura maior do que a maioria dos homens, sua presença é definitivamente intimidadora. Seus olhos malévolos brilham no escuro como se fossem chamas vermelhas assim como os de um vampiro na escuridão. Dono de um semblante ameaçador, ele guarda suas emoções e nunca revela o que realmente está sentindo. Assim, sem o menor pudor de arrogância, ele sabe que de várias maneiras, ele é a pessoa superior. É muito comum ele exaltar com exagero a sua própria importância e fingir ser um especialista em determinados assuntos.


Thoth-Amon é altamente vingativo e cruel. Ele não tolera imbecis e não perde tempo gritando ou exprimindo fúria. Quando cria um desafeto, ele geralmente o elimina da existência. Sempre que ele está sob o poder de outra pessoa seja por meio de feitiçaria ou chantagem, como vemos em “A Fênix da Espada”, ele busca algum meio de reunir condições mágicas e assumir alguma vantagem para um dia virar o jogo contra seu opressor. Quando ele faz um inimigo, é improvável que ele descanse até que esse inimigo esteja dolorosamente morto.


O orgulho é uma das principais fraquezas de Thoth-Amon. Ele é um monomaníaco louco por poder e odeia a rotina e a ética. Em vários momentos de sua vida, Thoth-amon teve acesso a um artefato mágico conhecido como Anel da Serpente de Set. Muito se especula se o anel é sua total fonte de poder ou se funciona apenas como um catalizador, mas, o fato é que, enquanto ele possui este anel, seu poder é praticamente imensurável.


Em 2006 a Dark Horse lançou um quadrinho bastante ousado escrito por Kurt Busiek e Len Wein e desenhado por Kelley Jones que contava a história do passado secreto de Thoth Amon.


Neste quadrinho, um garoto simplesmente chamado de Thoth é filho de uma família bastante problemática e vive do furto para sobreviver. Quando o seu melhor amigo, de nome Amon, consegue uma vaga para se tornar um acólito de Íbis o pacífico deus Garça da Stygia, Thoth vê a oportunidade de roubar esta vaga se passando por ele. Isto o leva a cometer o seu primeiro assassinato ao matar o seu melhor amigo esmagando seu crânio com uma pedra e assumindo o nome Amon.


Apesar de Thoth-Amon adquirir bastante conhecimento como acólito de Ibis, a sua ânsia por poder o fez mergulhar cada vez mais em conhecimentos sombrios e proibidos e isto o levou a buscar pelas ruinas perdidas do Reino de Acheron, um antigo império da era hiboriana bastante lembrado pelo seu envolvimento com magia negra.


É neste momento que o deus serpente Set o testa e o mata. Thot-Amon morre ao se encontrar com uma manifestação de Set, mas, é ressuscitado pelo anel da serpente e, desde então, em posse deste artefato mágico. ele passa a ser um servo fiel a Set.


Ele volta ao templo de ibis e ali ele começa a realizar um plano sórdido. Finge continuar sendo um acolito de Ibis enquanto adora Set secretamente e começa a cada vez mais assumir altos postos na seita eliminando um a um todos os seus mestres ou possíveis obstáculos para a sua ascensão.